O navio que zarpou de São Luís, no Maranhão, com uma carga de alumina calcinada, atracou no porto de Reydarfjordur com dez de seus 19 tripulantes infectados com a variante brasileira do novo coronavírus.

 

 

Navio com tripulação infectada pela variante brasileira deixa Islândia em alerta


Apesar de a situação estar controlada neste momento, os islandeses temem que algum dos infectados piore e necessite ser levado ao hospital.


No último sábado (20), a imprensa da Islândia informou que o navio Taurus Confidence atracou no porto de Reydarfjordur, no leste do país, com dez de seus 19 tripulantes infectados com a variante brasileira do novo coronavírus.

Segundo as autoridades islandesas, o capitão do navio informou, dias antes da chegada da embarcação, que sete tripulantes estavam apresentando sintomas da doença.

As autoridades então decidiram recolher amostras de todos os tripulantes e constataram que dez deles estavam infectados com a variante P.1, cuja origem é estimada em Manaus, no Amazonas.

Segundo a empresa de transporte marítimo Nesskip, toda a tripulação está em isolamento a bordo do navio.

A embaixada chinesa foi informada sobre os casos positivos da variante brasileira e está em contato com as autoridades do país nórdico.

A Islândia é um dos países que melhor tem combatido a pandemia.

De acordo com dados da Universidade John Hopkins, a nação tem pouco mais de 6 mil casos e 29 mortes pela doença.

O navio Taurus Confidence está sob bandeira das Ilhas Marshall.

As autoridades locais seguem acompanhando a situação da embarcação e têm comparecido diariamente ao navio para monitorar o estado de saúde dos tripulantes e auxiliar no fornecimento de medicamentos, roupas e demais provisões necessárias.