Contêineres em falta vem causando impacto mundial

> Publicado 22 maio - Leitura Read

Enquanto alguns setores se reerguem, outros ainda estão no meio da crise

Contêineres em falta vem causando impacto mundial

Esta “falta de contêineres” aliado ao aumento drástico dos fretes marítimos nos últimos meses, tem causado impacto no mercado mundial.


A crise econômica se agrava, tanto pela perda de trabalhadores quanto pelas restrições e lockdown, de forma que todas as atividades econômicas globais foram drasticamente reduzidas.

Perda de contêineres no mar aumenta durante a pandemia

Muitas empresas simplesmente deixaram contêineres parados nos portos, seja porque estavam fechadas e não tinham como receber, ou então, porque simplesmente não possuíam recursos financeiros para pagar impostos e nacionalizar. 


Portanto, os transportadores marítimos suspenderam linhas deficitárias e aproveitaram para antecipar docagens obrigatórias das embarcações, reduzindo a quantidade de navios contêineres em atividade. 


A pandemia não está afetando ao mesmo tempo todos os países com a mesma intensidade. Enquanto uns estão se reerguendo, outros ainda estão no meio da crise. 


A China, por exemplo, como foi a primeira afetada, conseguiu retornar a economia antes dos outros países, resultando, assim, em um rápido crescimento das exportações de produtos fabricados na China.


Com essa disparidade, o transporte marítimo, que atende tanto os países em ascensão quanto os que ainda estão em crise, não consegue acompanhar, pois a falta de contêineres e de mão de obra afeta o mundo como um todo.


Várias nações estão com suas logísticas afetadas e com capacidade reduzida, em alguns países, o tempo para devolução dos contêineres aumentou entre 4 e 6 dias.


Diversos portos têm sofrido com congestionamento devido a lentidão na movimentação de contêineres. 


Portanto, como forma de tentar resolver o problema de falta de contêineres, alguns transportadores marítimos vêm reduzindo o período de tempo livre de contêineres.


A consequência é o aumento do frete

                                 
Contêineres em falta vem causando impacto mundial

O mercado continua se moldando, aumentando os fretes, em virtude da falta de contêineres disponíveis, principalmente no mercado asiático. 


Diante de uma possível nova onda, novos lockdowns podem postergar a normalidade no setor de Transporte Marítimo, exercendo maior pressão nos fretes marítimos.

 

Diversas empresas estão tendo seu suprimento interrompido por faltas de navio e de contêineres no mercado, desestabilizando o comércio global.


Especialistas prevêem que a situação deve melhorar, afinal de contas, o transporte marítimo representa mais de 90% do comércio internacional.


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias