Parceria com empresa dinamarquesa vai desenvolver sistema para gerar eletricidade a partir das ondas e auxiliar no setor de óleo e gás.

                                 
Energia das marés entra no rol das renováveis do Brasil

Energia das marés entra no rol das renováveis do Brasil

Com a energia das marés, o Brasil tem a possibilidade de explorar seu território apostando na geração de eletricidade por meio de maneiras mais renováveis.


Dessa forma, o Ulstein Belga Marine, centro de inovação do construtor naval norueguês no Brasil, aposta em uma parceria com a desenvolvedora dinamarquesa Resen Waves para compartilhamento de tecnologias inteligentes para explorar indústrias brasileiras da área. 


Sendo assim, detalhamos como funciona a geração de energia das ondas e mais sobre essa promissora parceria.


A parceria com a desenvolvedora dinamarquesa Resen Waves tem como propósito a comercialização de tecnologia para diversos setores, desde óleo e gás, até captura e armazenamento de carbono (CCS), dessalinização e monitoramento oceânico. 


“A energia das ondas oceânicas não é um campo muito explorado no Brasil, mas, considerando o tamanho da costa brasileira e sua área marítima, o potencial de geração de energia das ondas oceânicas aqui é inegável. Com essa nova parceria, a UBM ajuda a trazer mais uma solução sustentável para o mercado e para a transição energética, que já está acontecendo no Brasil. 


Já para a indústria de óleo e gás, os benefícios da tecnologia, fornecida pela Resen Waves, são inúmeros e, certamente, irão inovar as operações no mar”, disse Alexandre de Carvalho, gerente de desenvolvimento de negócios da Ulstein Belga Marine.


Como funciona 

O movimento das ondas, ligado a uma câmara de ar, provoca a saída do ar contido. Esse movimento faz uma turbina girar. Essa energia mecânica da turbina é transformada em energia elétrica através de um gerador. No momento em que a onda se desfaz e a água recua, o ar se desloca no sentido contrário, acionando novamente a turbina. 

                                  
Energia das marés entra no rol das renováveis do Brasil

Essa é apenas uma das maneiras existentes para geração de energia limpa e renovável, que pode ser uma alternativa promissora, visto toda a extensão da costa brasileira.


Outra fonte possível de geração de eletricidade limpa e renovável é através da energia das marés, ou seja, da deslocação das águas do mar. 


Para essa transformação, são construídos alguns diques que envolvem uma praia. Com o enchimento da maré, a água do mar entra e fica armazenada nos diques. Quando a maré baixa, a água sai pelo dique, como em qualquer outro tipo de barragem.

Energia das marés entra no rol das renováveis do Brasil

No entanto, para que este sistema tenha um funcionamento efetivo, são necessárias marés e correntes fortes. 


É preciso haver um aumento considerável no nível de água de pelo menos 5,5 metros da maré baixa para a maré alta.


Vantagens consideráveis de investir nesse tipo de energia:

- Fonte de energia renovável e inesgotável;

- Amigas do ambiente;

- Várias formas de recolher energia das ondas;

- Fáceis de prever;

- Reduz a dependência de combustíveis fósseis, principalmente óleo e gás;

- Não provocam danos na superfície da terra;

- Baixos custos de manutenção e funcionamento.


Fonte: Click Petróleo e Gás