Está previsto que a agitação marítima perdura até sábado (8) no litoral Sul, até o domingo no Sudeste e avance para o litoral nordestino se acalmando a partir da quarta-feira (12).

                                
Frente fria deixa mar agitado com ressaca entre o Sul e o Sudeste
                                    
Frente fria provoca ressaca entre o Sul e o Sudeste e avança para o Nordeste

A frente fria que avança para o Sudeste do Brasil provoca vento intenso sobre o oceano, o que forma as ondas que chegam ao litoral, deixando o mar agitado, com ressaca no litoral entre o RS e RJ nos próximos dias. 


Com ondulação predominante no sul. 


A altura das ondas na sexta-feira (7) chega a 3,5m no litoral gaúcho e sul catarinense e fica entre 2 e 2,5 metros à noite nas praias de São Paulo e do Rio de Janeiro. 


No sábado (8), o mar ainda fica agitado entre a costa gaúcha e fluminense. 


A ondulação do mar ainda é de sul. A altura das ondas diminui no litoral sul do Brasil, mas as ondas aumentam de tamanho no litoral do Rio de Janeiro, devendo ficar entre 2,5 e 3 metros de altura. 


No domingo a agitação marítima ainda persiste na costa do Sudeste, com ondas por volta de 1,5m a 2m nas praias do RJ e chegando a 1,5m no litoral sul do ES.


Até o fim de semana, a frente fria que provoca a ressaca nas praias do Sul e do Sudeste do Brasil avança pelo oceano e ainda deixa o vento intenso sobre o mar.


Ressaca chega até o Nordeste

Frente fria provoca ressaca entre o Sul e o Sudeste e avança para o Nordeste

O vento até diminui de intensidade, mas ainda sopra persistente sobre uma extensa área oceânica ao largo da costa do Sudeste. 


Assim, a partir de segunda-feira (10), as ondas geradas em alto-mar chegam ao litoral do Nordeste.


A ondulação do mar é de sul-sudeste nas praias da Bahia e a altura das ondas fica por volta de 2 metros à noite, na região do Recôncavo, na costa norte baiana e também no litoral do Sergipe.


Na terça-feira (11), o mar ainda fica agitado nas praias da Bahia e de Sergipe. 


As ondas chegam também às demais áreas costeiras do leste nordestino. 


A partir da quarta-feira (12), a previsão indica diminuição da altura das ondas na faixa leste nordestina.


CLIMATEMPO