Cais Mauá é avaliado por consórcio para uso residencial

> Publicado 15 junho - Leitura Read

Grupo responsável pelo estudo de viabilidade do projeto fez consulta à prefeitura de Porto Alegre
Cais Mauá é avaliado por consórcio para uso residencial

A construção de imóveis residenciais no Cais Mauá é uma das possibilidades avaliadas pelo consórcio Revitaliza, responsável pelo estudo de viabilidade desse trecho da área portuária em Porto Alegre.

 

A informação foi apresentada nesta segunda-feira, dia 14, no primeiro de 10 workshops de escuta da sociedade sobre o que se espera do projeto. 


Essa é uma etapa preparatória para se elaborar a licitação de concessão do Cais, prevista para ser lançada no início de 2022. 


A primeira atividade consultou representantes do setor imobiliário sobre o que entendem ser a vocação da área. 


A condução foi feita pelo Consórcio Revitaliza e teve a participação de integrantes do BNDES e do Governo do Estado.

                           
Cais Mauá é avaliado por consórcio para uso residencial

De acordo com o engenheiro João Lauro da Matta, gerente do Consórcio, os documentos de viabilidade de uso a que o grupo teve acesso indicam que essa já é uma possibilidade no setor 1, o mais próximo à Usina do Gasômetro, embora nunca tenha sido explorada. 


A ideia é expandir a permissão para o setor 3, das Docas.


Matta informa que a inclusão do uso residencial da área, solicitada pelo consórcio à prefeitura de Porto Alegre, constará no projeto de lei com novas regras para construção no Centro Histórico. 


A proposta antecipa a revisão do Plano Diretor e precisa passar pela Câmara Municipal.


Além da aprovação de mudança na legislação urbanística da Capital, a medida passará por uma análise de mercado, como as etapas de escuta com workshops, para confirmar a aposta no modelo. 


O uso residencial seria um dos projetos possíveis para a área.


Fonte: Jornal do Comércio

Foto: JOYCE ROCHA/ARQUIVO/JC



Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias