Comitiva do MInfra avalia impactos da Nova Ferroeste no Paraná

> Publicado 22 junho - Leitura Read

Na terça-feira, o grupo vai visitar o Porto de Paranaguá e percorrer pontos estratégicos da malha ferroviária no município, além de sobrevoar de helicóptero a descida da Serra do Mar. 


Comitiva do MInfra avalia impactos da Nova Ferroeste no PR

Uma comitiva do Ministério da Infraestrutura estará no Paraná a partir desta terça-feira (22) para avaliar os impactos e as melhores soluções para os trilhos da Nova Ferroeste. 

 

A estrada de ferro, com 1.285 km de extensão, vai ligar Maracaju (MS) ao Porto de Paranaguá. 

 

A ferrovia está planejada para começar a ser construída em 2022 com previsão de conclusão em 2029.


Na quarta, os técnicos seguem para Cascavel, onde sobrevoam o trecho do traçado, especialmente a Serra da Esperança.


A comitiva vai também se reunir com as cooperativas locais. Na quinta, vão para Foz do Iguaçu, onde visitam a Hidrelétrica de Itaipu e as obras da nova ponte que vai ligar o Paraná ao Paraguai.


O grupo que vem de Brasília é liderado por Marcos Félix, assessor especial do Ministério de Infraestrutura. 

 

As visitas serão acompanhadas também pelo secretário de Infraestrutura do Paraná, Sandro Alex Nunes, pelo diretor presidente da Portos do Paraná,  Luiz Fernando da Silva, pelo coordenador do  Plano Estadual Ferroviário, Luiz Henrique Fagundes e pelo gerente de assuntos estratégicos da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), João Arthur Mohr. 


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias