Terminal de granel do Porto de Fortaleza já tem data para licitação

> Publicado 25 junho - Leitura Read

De acordo com a Antaq, está previsto recebimento de propostas até 10 de agosto.

                                 
Terminal de granel do Porto de Fortaleza já tem data para licitação


A licitação do Terminal de Granel Sólido Vegetal do Porto de Fortaleza, conhecido como MUC01, foi marcada para 13 de agosto próximo, na B3 (Bolsa de Valores oficial do Brasil), em São Paulo. 


Em edital publicado nesta quinta-feira (24), pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), está previsto o recebimento das propostas até 10 de agosto.


Porto Mucuripi ou de Fortaleza, como é conhecido, terá investimentos previstos da ordem de R$50 milhões, o vencedor terá que melhorar a infraestrutura e equipamentos necessários para a operação, incluindo obras de derrocamento no berço 103 e aquisição de equipamentos para descarregar navios. 


O arrendamento prevê pagamentos mensais de R$63.231,54 mensais e mais R$1,54 por tonelada movimentada para a Companhia Docas do Ceará (CDC).


O terminal ocupa uma área total de 6 mil m2, com capacidade de escoamento da produção de até 769 mil toneladas até o término de vigência do contrato (25 anos) e é destinado à movimentação, armazenagem e distribuição de cargas – com destaque para o trigo.


“Estamos atuando para que a CDC seja cada vez mais competitiva em um ambiente de negócios cada vez mais dinâmico. 


Nossa vocação é conectar o Ceará com o Brasil e o mundo e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico do estado e da capital cearense de forma sustentável, onde estamos inseridos. 


E esse avanço que temos obtido nos arrendamentos é resultado dos esforços empreendidos pelo ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura”, declarou Mayhara Chaves, diretora-presidente da CDC.


O anúncio da data para licitação acontece no dia em que a gestão técnica da CDC completa dois anos e ainda comemora a liderança no ranking da movimentação de trigo no País no ano passado, quando o Porto de Fortaleza importou 1.201.698 toneladas, o que representa 17,8% da movimentação total do Brasil. 


A segunda posição ficou com o Porto de Santos (1.050.127) e a terceira com o Porto de Rio Grande (594.257 toneladas). 


Juntos, a movimentação somou 5.789.164 toneladas.

 

Somente o trigo movimentado no Porto de Fortaleza respondeu, nos últimos cinco anos, pela importação de 5,8 milhões de toneladas. 


A carga veio, principalmente, da Argentina, Estados Unidos e Canadá.


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias