Cecafé pede a Antaq alinhamento sobre cobrança de estadia nos portos

> Publicado 26 julho - Leitura Read

O Conselho defende que haja um nível mais harmonioso de cobrança e que sejam mais justas ao exportador brasileiro.

                           
Cecafé pede a Antaq alinhamento sobre cobrança de estadia nos portos

O Cecafé pediu à Antaq o alinhamento da metodologia usada na cobrança de sobre-estadia de contêineres nos portos, durante audiência pública, na Agência Nacional de Transportes Aquaviários para discutir o tema, nesta quinta-feira.

 

Segundo nota do Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil), os exportadores de café vêm relatando que, mesmo quando cumprem os deadlines das cargas, as agências marítimas têm cobrado custos adicionais e indevidos impostos aos embarcadores brasileiros. 


Eles defendem que haja um nível mais harmonioso de cobrança e que sejam mais justas ao exportador brasileiro.


“As cobranças de sobre-estadias têm sido regulares aos exportadores, com as frequentes rolagens de carga”, afirmou o diretor técnico do Cecafé, Eduardo Heron, conforme a nota.


“Destacamos o importante papel da Antaq para harmonizar suas normas e corrigir assimetrias de informações”, completou.


Até a próxima quarta-feira, 28, o Cecafé deve encaminhar por escrito suas contribuições relacionadas à questão da sobre-estadia.


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias