Porto de Laguna realiza licitação para dragagem do berço de atracação

> Publicado 20 agosto - Leitura Read

A obra permitirá que embarcações de maior porte utilizem o Porto de Laguna no Sul de SC.

                                  
Porto de Laguna realiza licitação para dragagem de berço de atracação


 

SCPAR (SC-Parcerias S/A) lança aviso de licitação para a realização de dragagem do berço de atracação do Porto de Laguna, no Sul de Santa Catarina, em busca de ampliar o número de embarcações que podem acessar o porto.


Com o aumento da profundidade, embarcações com maior porte poderão atracar no porto. A intenção do governo do Estado com a obra é impulsionar as operações no local. 


Continua depois do anúncio


Sedimentos vindos do Rio Tubarão e afluentes causam o assoreamento e a profundidade atual é inferior a três metros.


“A dragagem vai remover esses sedimentos para aumentar a profundidade, que poderá chegar a cinco metros, e tornar o nosso terminal pesqueiro mais atrativo e seguro para os armadores”, explica o gerente do Porto de Laguna, Fernando Vechi.


Muitas das embarcações utilizadas na pesca possuem um calado, parte que fica abaixo da água, com mais de três metros. Utilizadas para a pesca na modalidade de cerca, o aumento da profundidade irá possibilitar que essas embarcações atraquem no Porto e de forma segura.


Continua depois do anúncio


As empresas interessadas em participar da licitação devem apresentar as propostas até as 14h do dia 14 de setembro. 


Os documentos e detalhes do processo estão publicados na área de licitações no site da SCPAR.


Antes do início da licitação, a SCPAR conseguiu a obtenção do licenciamento ambiental. O aviso de licitação foi publicado na última terça-feira (17). O custo da obra dependerá do resultado do processo licitatório.


De acordo com a proposta de licitação, as obras não poderão afetar as atividades do porto. 


Continua depois do anúncio


“Esta é a principal obra prevista para este ano. Também trabalhamos para concluir o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento em 2022, o que possibilitará novos contratos de arrendamento”, projeta Vecchi.


Desde que o Estado assumiu a gestão do Porto de Laguna, as receitas passaram de R$596 mil em 2019 para R$1,27 milhão em 2020, um incremento de 113%. 


Os bons resultados se mantiveram no início de 2021, com R$622 mil faturados só no primeiro semestre.


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias