Maersk investe em start-up de combustíveis sustentáveis

> Publicado 08 setembro - Leitura Read

A empresa busca obter quantidade considerável de combustível adequado para seus novos navios.

                       
Maersk investe em start-up de combustíveis sustentáveis


 

AP Moller - Maersk investiu na WasteFuel, na Califórnia, uma start-up focada em transformar resíduos em combustível de aviação sustentável, bio-metanol verde e gás natural renovável, em busca de obter quantidades de combustível adequados para seus novos navios.


A notícia vem na esteira do pedido da Maersk de uma série de navios movidos a metanol, de 16.000 TEU mais um navio menor de 2.100, este ano - encomendas inovadoras para o setor de contêineres.


No mês passado, a Maersk também firmou um acordo de fornecimento de e-metanol na Dinamarca.


WasteFuel se propôs a desenvolver biorrefinarias que produzem combustíveis sustentáveis ​​a partir de resíduos irrecuperáveis ​​que, de outra forma, se degradariam e liberariam metano e outras emissões prejudiciais na atmosfera. 


A WasteFuel também está desenvolvendo projetos na Ásia e nas Américas, incluindo uma biorrefinaria em Manila, nas Filipinas, para produzir combustíveis de baixo carbono. 


A empresa também anunciou um acordo de offtake com a NetJets - a maior empresa de jatos privados do mundo de propriedade da Berkshire Hathaway.


“A Maersk está confiante de que o bio-metanol verde é um dos combustíveis promissores do futuro, pois pode ser ampliado e desempenhar um papel importante na descarbonização das cadeias de abastecimento nos próximos 10-15 anos”, afirmou o gigante marítimo dinamarquês em um comunicado .


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias