Portos do Paraná realiza Workshop de gerenciamento de riscos na descarga de granéis

> Publicado 24 setembro - Leitura Read

O objetivo é mapear e aprimorar o processo de Saúde e Segurança do Trabalho e também proteção ao Meio Ambiente nos portos de Paranaguá e Antonina.

                              
Portos do Paraná realiza Workshop de Gerenciamento de Riscos na descarga de granéis


 

A Portos do Paraná realizou nesta quarta-feira, dia 22, mais um Workshop de Gerenciamento de Riscos, desta vez para tratar sobre a Operação de Descarga de Granéis Sólidos. Participaram da reunião as empresas: CentroSul, Rocha, Fortesolo, Harbour, Fospar e o Porto Ponta do Félix. 


É o quarto encontro setorizado entre a empresa pública e os diversos agentes portuários que atuam nos Portos do Paraná com o objetivo de mapear e aprimorar todo o processo de Saúde e Segurança do Trabalho e também proteção ao Meio Ambiente tanto no Porto de Paranaguá quanto no Porto de Antonina.


“Estamos revendo os procedimentos e focando em algumas atividades e chamando as empresas para conversar, apresentar suas atividades e esse já é o quarto Workshop que estamos realizando. 


O Workshop faz parte de um processo de três etapas, onde o primeiro é o próprio Workshop, onde apresentamos o nosso Programa de Gerenciamento de Riscos, a segunda etapa é o acompanhamento em campo da atividade e a terceira etapa é a revisão ou elaboração das normas de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da Portos do Paraná relativas ao tema”, justifica a bióloga da Diretoria do Meio Ambiente Andréa Almeida.


De acordo com ela, os encontros são importantes para aproximar a empresa pública dos prestadores de serviços portuários. 

 

“É importante esse contato com as empresas que estão sujeitas às nossas fiscalizações, entender o processo com as empresas especialistas que realizam a atividade (descarga de granéis sólidos), tirar dúvidas, trocar informações, boas práticas para a gente sempre fazer os procedimentos que atendam a questão de Saúde, Segurança e Meio Ambiente com o olhar da Autoridade Portuária, mas que não inviabilize a realização da atividade de alguma forma alguma. 

 

O nosso objetivo é de sempre garantir a segurança ambiental e a segurança do trabalho na prestação dos serviços portuários nos Portos do Paraná", destaca Andrea.

 

Dentre as situações de riscos que podem acontecer estão o trabalho em altura, queda de homem ao mar, colisões e atropelamentos, cargas suspensas, rompimento de cabos de amarração, vazamento de óleo e combustíveis, exposição ao pó em suspensão etc. 

 

Segundo o exposto pelos operadores, todos eles devem ser combatidos com treinamento, conscientização, uso de equipamentos de proteção individuais e coletivos, avisos imediatos às empresas especializadas.

 

“Quando a gente veste a camisa da segurança, a gente tira a camisa dos interesses individuais de cada empresa que está aqui. 

 

Quando a gente olha para a segurança, iniciativas como esta do workshop, a gente agrega, cresce com isso porque o objetivo de todos aqui é fazer uma operação produtiva, com custo baixo, mas antes disso a gente precisa ter uma operação segura e garantir que as pessoas cheguem inteiras ao trabalho e possam ir embora do mesmo jeito ou até melhor do que chegaram”, aponta o gerente de Operação Portuária da Rocha Leonardo da Rós.

 

Para a Técnica de Segurança do Trabalho/Supervisora de Qualidade da Centro Sul, Heloísa de Oliveira, discutir segurança do trabalho um desafio muito grande, mas participar do workshop foi também um prazer e muito produtivo.

 

 “Gostaríamos de agradecer a Portos do Paraná pela oportunidade e momento de parar um pouco, sair do nosso foco que é a operação e vir falar especificamente sobre segurança, que é o nosso maior bem. 

 

Sempre é produtivo, a gente acaba aprendendo nesse grupo o que cada um está fazendo, implantando e traz extremo benefício para todo o grupo de segurança”, finaliza.

 

Da Portos do Paraná

Foto: Claudio Neves


Redação da Maré.

Anúncio






Últimas notícias