PR- Rochas da Pedra da Palangana serão distribuídas para municípios do litoral

> Publicado 27 outubro - Leitura Read

Cada cidade receberá aproximadamente 3 mil metros cúbicos de pedras que poderão ser usados em melhorias de pavimentação.

                                  
Rochas da Pedra da Palangana serão distribuídas para os municípios do litoral

                         

Prefeitos dos sete municípios do Litoral do Paraná vão receber rochas retiradas da derrocagem da Pedra da Palangana, no canal de acesso ao Porto de Paranaguá, para pavimentação de vias públicas. 


Serão atendidos Pontal do Paraná, Morretes, Paranaguá, Matinhos, Guaratuba, Guaraqueçaba e Antonina.


O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, em reunião com os prefeitos na segunda-feira (25) para tratar do assunto, destacou que “ao todo, são mais de 20 mil metros cúbicos de rocha que estão sendo retirados e britados. 


A intenção é melhorar as vias municipais, dando mais conforto para os moradores de todo o Litoral.”


As prefeituras farão a retirada e o transporte do material, com exceção de Guaraqueçaba, que receberá apoio logístico do DER/PR. 


A parceria envolve ainda a empresa pública Portos do Paraná, responsável pelas obras de dragagem.


“Agradeço à equipe do Porto que está trabalhando de maneira célere para que essa distribuição aconteça até o final do ano. 


Sabemos que a retirada das partes mais altas da Pedra da Palangana dará mais segurança à navegação e, com esta parceria, estamos beneficiando não só o Porto e seus usuários, como também a população”, acrescentou o secretário.


O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, destacou a importância da entrega e agradeceu em nome de todos os prefeitos:


“A distribuição desse material aos municípios do Litoral é extremamente benéfica. Além das melhorias na infraestrutura das ruas, a remoção da Pedra da Palangana permite aumentar o calado do nosso porto e, assim, evitamos perder navios de grande porte para outros estados.”


Estão sendo retiradas seis partes de pontos rasos do maciço de rochas, que somam 22,3 mil metros cúbicos em volume. A menor delas tem 361 metros cúbicos e a maior 8 mil. As rochas estão localizadas no canal principal de acesso ao Porto de Paranaguá, o Canal da Galheta, um pouco à frente do Terminal de Contêineres.


As rochas serão recicladas através de britagem e poderão ser usadas em obras nas cidades do Litoral.


O diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná (DER/PR), Fernando Furiatti, e o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, participaram do encontro com os prefeitos de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes Filho;

  • de Paranaguá, Marcelo Roque; 

  • de Matinhos, Zé da Ecler; 

  • de Guaratuba, Roberto Justus; 

  • de Guaraqueçaba, Lilian Costa Ramos; 

  • de Antonina, Zé Paulo; 

  • O deputado estadual Michele Caputo; 

  • O diretor de Operações do DER, Alexandre Castro Fernandes, 

  • e o diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Santana.

     

Com informações da AEN
*Foto: Rodrigo Felix Leal
Redação da Maré.

Anúncio




Páginas

Últimas notícias