Segurança Portuária de Paranaguá recebe curso de capacitação de operador de drones

> Publicado 19 outubro - Leitura Read

O objetivo é capacitar integrantes da Polícias Federal, Militar e Civil, Guarda Municipal e da própria Unidade Administrativa de Segurança Portuária.

                           
Segurança Portuária de Paranaguá recebe curso de capacitação de operador de drones


A Portos do Paraná é a anfitriã do curso de capacitação de operador de drones para forças de segurança do porto de Paranaguá, O curso teve início na segunda-feira (18) e termina na quarta-feira (20). 


O objetivo é capacitar integrantes da Polícias Federal, Militar e Civil, Guarda Municipal e da própria Unidade Administrativa de Segurança Portuária (UASP) ao uso do equipamento em rotinas de vigilância ou mesmo em operações especiais. 


Ao todo, são 24 horas de aprendizagem teóricas e práticas com o aparato eletrônico.


“É um curso de capacitação de operador de drones para a Unidade Administrativa de Segurança Portuária (UASP) com outras unidades de segurança pública explorarem essa ferramenta e dentro das frentes de trabalhos das instituições fazer um bom uso desse equipamento, que vai complementar a vigilância e a segurança pública”, explica o comandante da UASP, Major Cezar Kamakawa.


De acordo com ele, o uso do drone permite ampliar a vigilância sobre os mais de cinco quilômetros de faixa portuária com uma visão ampla sobre todas as dependências e muitas com velocidade maior do que os deslocamentos pelo solo. 


“É um meio bastante importante e eficiente", destaca.


O curso está sendo ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) diretamente na sede da UASP/Guarda Portuária com representantes das demais forças de segurança. 


“É importante não só o curso para desenvolver o conhecimento dessa nova tecnologia e aplicar no Porto de Paranaguá, mas também o congraçamento com as outras instituições”, aponta Kamakawa.


Com o treinamento realizado e a capacitação de dois guardas portuários no primeiro curso, a UASP irá abrir o processo para aquisição dos equipamentos próprios e pôr em prática o uso da nova tecnologia.


Redação da Maré.

Anúncio




Páginas

Últimas notícias