Cresce importação de insumos siderúrgicos e agrícolas no Porto de São Francisco

> Publicado 12 novembro - Leitura Read

 
Cresce importação de insumos siderúrgicos e agrícolas no Porto de São Francisco

A retomada econômica de Santa Catarina em 2021 está refletindo positivamente na movimentação de cargas no Porto de São Francisco do Sul. 


O Porto de São Francisco registrou o maior volume da história na importação de insumos para a produção siderúrgica e agrícola, nos dez primeiros meses deste ano. 


Até outubro, a chegada de bobinas e barras de aço da Ásia atingiu a marca de 3,2 milhões de toneladas. O montante representa um aumento de 77% em relação ao mesmo período de 2020, quando ingressaram 1,8 milhão de toneladas.


Já a importação de fertilizantes e uréia, utilizados na produção agrícola, passou de 1,6 milhão de toneladas, no ano passado, para 2,1 milhões de toneladas, um acréscimo de 31%. 


Este adubo é originário do Oriente Médio, principalmente de países como Irã e Omã, e desembarca em São Francisco do Sul, o maior porto em movimentação de carga de Santa Catarina, em navios com capacidade de até 57 mil toneladas.


Para o presidente do Porto, Cleverton Vieira, o recorde histórico deste ano é resultado da modernização da estrutura e da constante capacitação dos operadores e trabalhadores portuários. 


“Por ser um porto multipropósito, estamos preparados para receber todo tipo de carga, inclusive produtos tão diferentes como grãos e aço.”


Em 2021, o Porto de São Francisco do Sul já movimentou 11,6 milhões de toneladas: foram importadas 6 milhões de toneladas (principalmente, aço e fertilizantes) e exportadas 5,6 milhões (a maioria, soja, madeira e celulose).


Esses números representam um aumento de 11,5% em comparação com os 10 primeiros meses do ano passado, quando a importação atingiu 3,8 milhões de toneladas e a exportação, 6,5 milhões de toneladas, somando 10,4 milhões de toneladas.


- No comparativo da carga geral entre o primeiro semestre de 2020 e 2021, enquanto o aumento na média dos portos brasileiros foi de 19%, no Porto de São Francisco foi de 77%, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários.


Fotos: Gustavo Camargo

Fonte: Porto de São Francisco do Sul

 

Redação da Maré.

Anúncio




Páginas

Últimas notícias