Ondas cruzaram a costa da capital, Nuku'alofa, fluindo para estradas costeiras e inundando propriedades.

                              
Tsunami atinge ilha de Tonga após erupção vulcânica no Pacífico Sul

Um tsunami atingiu a maior ilha de Tonga, Tongatapu, e enviou ondas para a capital depois que um vulcão submarino no Pacífico Sul explodiu em uma erupção violenta neste sábado, enviando uma nuvem de cinzas e vapor de gás para o ar.                                

Tsunami atinge ilha de Tonga após erupção vulcânica no Pacífico Sul
Uma imagem de satélite tirada pelo Himawari-8, um satélite meteorológico japonês, e divulgada pela agência, mostra uma erupção de um vulcão submarino na área da nação do Pacífico de Tonga neste sábado, 15 de janeiro de 2022.

Ondas cruzaram a costa da capital de Tonga, Nuku'alofa, fluindo para estradas costeiras e inundando propriedades, de acordo com a Radio New Zealand (RNZ).


Um alerta de tsunami foi emitido para as ilhas de Tonga. Alertas de tsunami também foram emitidos em lugares mais distantes da Ilha Norte da Nova Zelândia.


Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai entrou em erupção pela primeira vez na sexta-feira, enviando uma nuvem de cinzas a 20 quilômetros (12,4 milhas) no ar, de acordo com o RNZ. Uma segunda erupção ocorreu neste sábado às 17h26, hora local.


O Departamento de Meteorologia da Austrália disse que registrou uma onda de tsunami de 1,2 metro (cerca de 4 pés) perto de Nuku'alofa. Cinzas estavam caindo do céu em Nuku'alofa e as conexões telefônicas caíram.


O vulcão está localizado a cerca de 30 quilômetros (18,6 milhas) a sudeste da ilha de Fonuafoou, em Tonga.


Além do alerta de tsunami, os Serviços Meteorológicos de Tonga emitiram alertas para chuvas fortes, inundações repentinas e ventos fortes em terras e águas costeiras.


A ilha vizinha de Fiji também emitiu um aviso público pedindo às pessoas que vivem em áreas costeiras baixas que "se movam para a segurança em antecipação às fortes correntes e ondas perigosas".


Um alerta de tsunami está em vigor para todas as áreas costeiras baixas de Samoa, disse o Serviço Meteorológico de Samoa. 

Todas as pessoas que vivem em áreas costeiras baixas são aconselhadas a ficar longe das áreas de praia, 

disse a agência, orientando o público a evitar visitar as áreas costeiras.


Um alerta de tsunami também foi emitido para áreas costeiras na costa norte e leste da Ilha Norte da Nova Zelândia e nas Ilhas Chatham, onde são esperadas "correntes fortes e incomuns e ondas imprevisíveis na costa", de acordo com a Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia.


O serviço meteorológico oficial da Nova Zelândia disse que suas estações meteorológicas em todo o país observaram "um aumento de pressão" na noite de sábado devido à erupção.


Um alerta anterior de tsunami emitido para a Samoa Americana foi cancelado, de acordo com o NWS Pacific Tsunami Warning Center.


Não há ameaça de tsunami para Guam e a Comunidade das Ilhas Marianas do Norte de uma "erupção distante", de acordo com o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico.


O vulcão estava ativo desde 20 de dezembro, mas foi declarado inativo em 11 de janeiro, segundo o RNZ.


Fonte: Radio New Zealand